quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

O truque mais simples para perder peso sem fazer dieta, exercício ou nada disso

Não há dúvida de que a maneira mais eficaz de perder peso passa por alterar a nossa alimentação. E não falamos apenas de comer menos, mas comer melhor. Exercitar-se, claro está, também ajuda, e é um hábito saudável, não só para manter a nossa linha. Mas para além destas duas estratégias, que todos conhecemos, existem pequenos truques que podem nos ajudar a perder mais peso sem esforço.

Não é nenhum segredo que beber água é necessária para manter uma dieta saudável, mas apenas nos últimos anos temos conhecido seus efeitos reais sobre o nosso peso. Em 2013, uma revisão de estudos da Escola de Saúde Pública de Berlim concluiu que existe suficiente evidência científica para afirmar que a ingestão de água está relacionada com uma maior perda de peso. E agora, um novo estudo britânico nos diz quando e quanto devemos beber para que esse efeito se maximize.

A nova pesquisa, feita por cientistas da Universidade de Birmingham, e publicado na revista Obesity, assegura que para emagrecer basta tomar meio litro de água antes de cada refeição. E sem necessidade de mudar os nossos hábitos alimentares ou fazer mais exercício do que estamos acostumados.

Os efeitos da ingestão de água, notaram-se, independentemente da mudança de hábitos de vida dos participantes


O experimento foi realizado entre um grupo de 84 pessoas obesas, com uma média de idade de 56 anos. 41 dos participantes foi-lhes pedido que fizessem um copo de um litro de água (0,47 litros) antes de cada refeição principal. Aos 43 restantes lhes disse apenas que deviam imaginar que estavam cheios antes de começar a comer.

As pessoas que beberam água antes de cada refeição perderam uma média de 4,3 kg em 12 semanas. Os participantes do grupo de controle e algumas pessoas do outro grupo, que reconheceram não ter bebido água antes de todas as refeições) só perderam uma média de 0,8 quilos durante o experimento. Os pesquisadores, além disso, tomaram análise diária de urina, para se certificar de que ninguém mentia –algo habitual neste tipo de estudos.

Uma ajuda extra


O achado mais importante da pesquisa é que os efeitos da ingestão de água, notaram-se, independentemente da mudança de hábitos de vida dos participantes. Os cientistas pediram aos obesos que cuidarão da sua alimentação e fazer exercício –nada que não soubesse já–, mas monitoraram qual tinha sido realmente sua prática de atividade física e quantas calorias tinham ingerido em cada refeição.

Autor:

0 comentários: