sábado, 19 de março de 2016

Planejando a compra do seu primeiro imóvel

Nem mesmo a crise é capaz de espantar o sonho da casa própria. Muitas pessoas estão atrás de arrumar um cantinho para morar, porém, estão com dúvidas sobre como planejar essa compra para que nada saia de errado.

Para realizar a compra da casa própria ou de um imóvel novo, é preciso seguir um planejamento, principalmente quando não há dinheiro suficiente para aquisição imediata desse tipo de bem.
Atualmente, o financiamento é a melhor saída para quem pretende fazer uma compra desse porte, mas não dispõe da quantia necessária de dinheiro. A dica dos especialistas é que não existe época ou dia certo para se comprometer com um financiamento, basta haver planejamento.

Nesse sentido, é preciso avaliar despesas e orçamento mensais, além de verificar valores das parcelas e tempo necessário para quitar o valor financiado. Para isso, é possível usar um simulador de financiamento, que faz todos os cálculos necessários para obter o crédito.



Além disso, para diminuir o peso que um financiamento pode trazer ao orçamento mensal, é importante conseguir um bom valor, 30% do preço do imóvel, para oferecer como entrada. De acordo com os especialistas, essa quantia diminui o número e o valor das parcelas. Para tanto, é possível utilizar o FGTS.

Outra dica é não comprometer mais que 25% da renda mensal com o pagamento das prestações. Assim, a dívida será quitada no prazo estipulado, sem atraso e acréscimo de juros, o que gera mais economia, no fim das contas.

É preciso, ainda, considerar que a compra de um imóvel requer outros gastos também, principalmente com toda a papelada e burocracia necessárias para deixar todos os contratos em ordem. Todo o ‘processo’ tende a custar cerca de 5% do valor do imóvel.

E, em caso de casas ou apartamentos novos, existem outros gastos, como instalações elétricas, chuveiro e pisos, por exemplo. Já imóveis usados, algumas vezes, requerem uma ou outra reforma e, nos dois casos, o custo pode vir a superar quase 10% do valor total do imóvel.

A principal recomendação dos especialistas é sempre ter uma reserva em mãos e, se possível, começar a economizar meses antes da compra do imóvel. Assim, o financiamento será feito com sucesso e cumprirá seu objetivo, que é garantir maior tranquilidade com a compra da casa própria.

Autor:

0 comentários: