quarta-feira, 16 de março de 2016

Entenda sobre o Empréstimo Consignado

Em tempos de crise, muitas pessoas estão tendo que apelas para os empréstimos. Um mau necessário que ajuda a organizar um pouco a vida financeira até que as coisas voltem a andar como devem ser. E, como esse número grande de pessoas procurando essa alternativa, achamos por bem explicá-la.

O crédito ou empréstimo consignado nada mais é do que um empréstimo cobrado direto na fonte, ou seja, no contra-cheque da pessoa. Com isso, não se corre o risco de não efetuar o pagamento do valor emprestado, uma vez que esse dinheiro será descontado antes mesmo que a pessoa que pegou emprestado tenha acesso.


É possível quitá-lo com antecedência?


Segundo o código “Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90)” todo cliente que pegou um valor emprestado tem o direito de quitá-lo antes do prazo, com desconto previamente combinado entre as partes e sem que haja cobrança de nenhuma multas ou taxas. Caso o Banco esteja cobrando, esta é indevida.

Para finalizar o processo junto ao banco é bem simples: basta entrar em contato e solicitar o boleto de quitação dos valores devidos. Após efetuar o pagamento de tal boleto, deve-se entrar em contato para confirmar se todas as baixas foram feitas e solicitar um comprovante de quitação.

Apesar de parecer algo bom para o banco, pois garante o recebimento do valor devido, muitos clientes têm reclamado junto ao banco central sobre as dificuldades encontradas para a quitação dos empréstimos, afinal, para o banco, quanto mais o cliente demorar para pagar, melhor será (por conta dos juros e da permanência do cliente no banco). Muitas vezes os bancos demoram a passar o boleto de quitação para seus clientes e tentam convencer a realizar um refinanciamento da dívida que pretendem quitar.

O que é portabilidade de crédito (recompra)?


A portabilidade de crédito é a transferência da dívida do “empréstimo consignado” para outra instituição financeira.

Certamente essa outra instituição possui a taxa de juros menor do que a que você possui o empréstimo, senão é mais vantajoso realizar o refinanciamento. Nessa operação você terá um saldo credor a receber, já que o banco que está comprando a sua dívida realiza a quitação do empréstimo e um novo empréstimo para você com a parcela no valor que já vinha sendo descontada.

Resumindo a recompra é um refinanciamento feito através de outro banco.

Autor:

0 comentários: